5 frutas da primavera para consumir na nova estação

 

Entre as principais frutas da primavera destacam-se o abacaxi e a laranja, que são ótimos para o preparo de sucos, cremes e diferentes sobremesas

Dar preferência para frutas, verduras e legumes da estação é uma ótima forma de ser mais sustentável (evitando o desperdício de alimentos) e também economizar, sabia? Isso porque os vegetais são cultivados no clima propício - ou seja, são encontrados em maior quantidade, melhor qualidade e em um menor preço. Com a chegada da primavera, nós preparamos algumas sugestões de frutas da estação que você pode usar de diferentes formas na cozinha. Confira as nossas dicas!

Quais são as principais frutas da primavera?

Para ter uma alimentação mais nutritiva durante a primavera, a melhor dica é investir nas frutas que melhor amadurecem na estação. A parte interessante é que você sempre pode pensar em diferentes receitas (sucos e sobremesas) para inovar cada vez mais na cozinha.

1. Abacaxi é ótimo para o preparo de sucos, geleias e sobremesas

Além de ser uma fruta cítrica rica em vitamina C e outros nutrientes importantes, o abacaxi é bem versátil e pode ser usado no preparo de sucos, geleias (basta cozinhar a fruta com açúcar, pimenta e água que fica deliciosa) e doces diversos. Você já ouviu falar na delícia de abacaxi, por exemplo? Essa sobremesa é basicamente composta por um creme (feito com leite condensado, leite e ovos), um doce de abacaxi (feito a partir do cozimento da fruta com água e açúcar) e uma cobertura de chantilly que fica de dar água na boca. Vale a pena experimentar!

2. Laranja pode ser usada em receitas de sucos ou doces diferentes

Em vez de fazer apenas receitas mais óbvias (como suco ou bolo) usando laranja, que tal experimentar pratos novos com a fruta? O pudim de laranja, para quem não conhece, é uma sobremesa bem prática, feita apenas com leite condensado, ovos e um pouco do suco da fruta. A calda de açúcar caramelizada concede o toque final e ainda dá para decorar com pedaços da casca da laranja. Você também pode usar a fruta para fazer receitas de picolé e frozen caseiros ou até mesmo para marinar frangos e peixes.

3. Mamão pode ser usado no preparo de vitaminas e cremes

Outra fruta da primavera que faz bastante sucesso e merece fazer parte do seu cardápio é o mamão. Rico em fibras e vitaminas importantes, ele geralmente é indicado para tratar prisão de ventre e ajuda a melhorar a digestão. Mas, além de ser muito benéfico, ele também pode compor ótimas receitas - é indicado para o preparo de sucos, vitaminas, cremes e geleias. O doce de mamão com coco e canela, por exemplo, é uma opção refinada para servir depois do almoço em família. Que tal?

4. Manga é indicada para incrementar receitas salgadas e doces

Pertencente ao grupo das principais frutas da primavera brasileira, a manga é uma opção que combina tanto com receitas salgadas (saladas e carnes) quanto doces (sucos, mousses e pavês). Além de ser rica em fibras e antioxidantes (nutrientes importantes para a digestão), a manga é bem suculenta e fácil de usar na cozinha. A receita de chutney de manga - feita através do cozimento da fruta com açúcar, gengibre, vinagre, alho, cebola e outras especiarias -, por exemplo, é ótima para acompanhar pratos com carne assada.

5. Pêssego pode incrementar receitas de doces e ser servido em calda

Você já experimentou alguma receita de doce de pêssego? Essa fruta típica da primavera é ótima para fazer mousses, pavês, pudins ou cremes com leite condensado e também pode ser servida com calda - nesse caso, basta cozinhar o pêssego em uma panela com água e açúcar e servir em seguida. Essa fruta também é fonte de fibras, vitaminas A, C, do complexo B e minerais importantes, sendo muito indicada para tornar a dieta mais nutritiva.

(Fonte: Casa Prática Qualitá)

 


Açaí: o que é, benefícios para saúde e como preparar (com receitas)

 

O açaí, também conhecido como juçara, assai ou açai-do-para, é um fruto que cresce nas palmeiras da região amazônica na América do Sul, atualmente sendo considerado um superalimento por ser uma fonte calórica, rica em antioxidantes e nutrientes com poder anti-inflamatório. Este fruto é parecido com a uva de cor roxa e o nome científico é Euterpe oleracea.

O açaí é rico em prolifenóis, principal,ente antocianinas, e alguns estudos indicam que apresenta maior quantidade destes antioxidantes do que nas amoras e mirtilos, por isso o consumo frequente do açaí em conjunto com uma dieta equilibrada pode proporcionar diversos benefícios para a saúde, como prevenir o envelhecimento precoce e fortalecer o sistema imune.

Este fruto é utilizado para fazer bebidas, geleias, doces e sorvetes, podendo ser comprado em forma de fruto, polpa congelada ou suplemento nutricional em supermercados ou lojas de produtos naturais ou lojas online.

Benefícios para a saúde

O consumo de açaí pode trazer benefícios para saúde, podendo:

  1. Prevenir o envelhecimento precoce, devido às suas propriedades antioxidantes e vitamina E, que são capazes de proteger as células do corpo do dano causado pelos radicais livres, evitando o envelhecimento precoce. Além disso, ajuda a manter a saúde do cabelo e da pele, prevenindo a formação de rugas;
  2. Fortalecer o sistema imune, por ser rico em vitamina C, vitamina E, ômega-9 e anticitocinas, o açaí consegue melhorar o sistema imunológico, aumentando as células de defesa do corpo e melhorando o processo de cicatrização;
  3. Melhorar a saúde do coração, por causa do efeito antioxidante e anti-inflamatório, e por ser rico em gorduras monoinsaturadas como o ômega-9, o açaí ajuda a equilibrar os níveis de colesterol circulantes, prevenindo a aterosclerose, por exemplo, além de evitar a formação de coágulos e promover o relaxamento dos vasos, melhorando a circulação e a pressão arterial. No entanto, neste aspecto são necessários mais estudos científicos que comprovem este benefício, já que os resultados não são tão conclusivos;
  4. Melhorar o funcionamento do intestino, por ser um fruto rico em fibras. O consumo do açaí promove um aumento do volume das fezes e estimula o intestino, sendo excelente para pessoas que sofrem de constipação, conhecida como prisão de ventre;
  5. Proteger contra alguns tipos de câncer por ser rico em prolifenóis, que são compostos que protegem as células do corpo e evitam o estresse oxidativo, e evitando a proliferação de células tumorais no caso da leucemia, adenocarcionoma de cólon e câncer de estômago, segundo um estudo científico;
  6. Fornecer energia ao corpo, pois o açaí é um fruto rico em gorduras, carboidratos e proteínas, dos quais são fontes de energia para o corpo e tornam este fruto um alimento calórico que ajuda a combater a fadiga e a exaustão muscular;
  7. Reduzir a inflamação e melhorar o fígado gordo: um estudo feito em animais sugeriu que o consumo de açaí poderia amenizar o desenvolvimento da esteatose hepática, pois é rico em antocianinas, que ajudam a regular o metabolismo de gorduras; 
  8. Combater a anemia, por ser rico em ferro, podendo ser consumido por pessoas que sofrem de anemia;
  9. Promover efeitos protetores contra o enfisema pulmonar, que é uma doença causada pela exposição crônica a fumaça do cigarro e isto ocorre porque o açaí tem ação anti-inflamatória e antioxidante;
  10. Evitar doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer, devido ao seu conteúdo antioxidante, ajudando a atenuar os processos inflamatórios no cérebro. Alguns estudos em animais, também indicam que o uso do açaí pode ajudar a melhorar a memória e a aprendizagem.

O açaí utilizado de forma correta também pode ser utilizado para auxiliar o emagrecimento, no entanto, seu consumo deve ser feito em pequenas quantidades, em conjunto com uma dieta equilibrada e associada à prática de atividade física regular.

Como preparar o açaí

Para preparar o açaí de forma saudável, pode-se bater no liquidificador 100 g de polpa de açaí natural, 1 copo de água e um pouco de mel. Em seguida, também pode-se adicionar granola, aveia, amêndoa torrada ou outras frutas.

O açaí em pó pode ser encontrado em algumas lojas de produtos naturais e online, e pode ser usado para complementar uma vitamina de frutas, em mingaus ou para adicionar ao sorvete ou iogurte natural com mel, por exemplo.

O consumo do fruto do açaí diretamente da árvore deve ser evitado, pois há o risco de contrair doenças, como o mal de Chagas. O açaí tem um sabor muito amargo e a polpa pura é muito difícil de ser consumida, por isso muitas pessoas tendem a misturá-la com outros produtos como leite condensado, leite em pó, chocolate, groselha, entre outros, fazendo com que o açaí seja mais calórico e menos saudável.

Por este motivo, é importante ver a composição nutricional da polpa de açaí para verificar quais são os ingredientes, já que o ideal é que não contenha outros produtos misturados, como o xarope de guaraná ou outros açúcares, já que isto dobra as calorias do açaí. Veja qual é a composição nutricional do açaí.

Açaí engorda?

Não estão descritos os efeitos colaterais relacionados ao consumo de açaí, no entanto, como possui muitas calorias e gordura, o consumo excessivo de açaí pode engordar. Dessa forma, o açaí deve ser evitado por quem tem excesso de peso ou obesidade, sendo esta a única contra-indicação do consumo do fruto.

 


Nove benefícios da maçã para saúde e como consumir de forma correta

 

9 benefícios da maçã para saúde e como consumir

A maçã é uma fruta de origem asiática que ajuda a controlar certas doenças como diabetes, a diminuir o colesterol, além de melhorar a digestão contribuindo para um melhor aproveitamento dos nutrientes. A maçã também é indicada para quem deseja emagrecer, porque é rica em fibras e tem poucas calorias.

Além disso, a maçã é rica em pectina, vitaminas, minerais e antioxidantes que ajudam a fortalecer o sistema imunológico e apresentam vários outros benefícios à saúde.

1. Protege contra doenças cardiovasculares

A maçã é rica em pectina, uma fibra solúvel, que age aumentando a digestão e diminuindo a absorção de gorduras provenientes da alimentação. Assim, auxilia na redução do colesterol que é a substância responsável pelo desenvolvimento de doenças cardiovasculares como o infarto do miocárdio ou aterosclerose. 

Além disso, a maçã possui polifenóis que têm efeitos antioxidantes que ajudam no controle da pressão arterial e também reduzem o risco de derrame.

2. Controla o diabetes

Os polifenóis presentes na maçã previnem danos nas células beta do pâncreas, responsáveis pela produção de insulina. Alguns estudos mostram que comer uma maçã por dia reduz os danos nestas células diminuindo o risco de desenvolver diabetes.

Além disso, a ação antioxidante dos polifenóis reduz a absorção de açúcar, contribuindo para a redução da glicemia.

3. Ajuda a emagrecer

A maçã é rica em fibras e água que ajudam a ter sensação de saciedade por mais tempo, reduzindo o apetite, o que é um benefício para quem precisa reduzir o peso.

Além disso, a pectina presente na maçã ajuda a reduzir a absorção de gorduras pelo intestino, o que diminui a quantidade de calorias da refeição.

4. Melhora o funcionamento do intestino

A pectina, uma das principais fibras solúveis da maçã, absorve água do trato digestivo formando um gel que auxilia na digestão e ajuda o intestino a funcionar melhor. O ideal é consumir a maçã com a casca pois a maior quantidade de pectina se encontra na casca.

A maçã também pode ser usada em casos de diarreia para regular o intestino, mas deve ser consumida sem a casca.

5. Alivia dores de estômago

As fibras da maçã, principalmente a pectina, aliviam as dores do estômago e da gastrite e ajudam a cicatrizar úlceras gástricas pois formam um gel que protege a mucosa do estômago. Além disso, a maçã ajuda a neutralizar o ácido do estômago.

O ideal é consumir duas maçãs ao dia, uma de manhã e outra à noite.

6. Previne o câncer

Os polifenóis presentes na maçã possuem ação antioxidante e antinflamatória que reduzem os danos às células e, assim, ajudam a prevenir o câncer. Estudos mostram que o consumo de uma maçã por dia pode reduzir o risco de câncer colorretal, de mama e digestivo.

7. Previne cáries

A maçã contém ácido málico que aumenta a produção de saliva, diminuindo a proliferação de bactérias responsáveis pela formação da placa bacteriana que causam cáries nos dentes. Além disso, maior quantidade de saliva ajuda a remover bactérias da boca.

As fibras solúveis presentes na maça limpam os dentes e as vitaminas e minerais presentes na maçã ajudam a manter os dentes saudáveis.

8. Melhora a função do cérebro

A maçã aumenta a produção de acetilcolina, uma substância que é responsável pela comunicação entre os neurônios, e assim melhora a memória e reduz o risco de desenvolver Alzheimer.

Além disso, as vitaminas do complexo B e vitamina C presentes na maçã ajudam a proteger o sistema nervoso.

9. Retarda o envelhecimento

A maçã tem vitamina A, E e C que são antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres que são formados pelo envelhecimento, poluição e má alimentação. A vitamina C ajuda também na produção de colágeno que mantém a rigidez da pele, diminuindo as rugas e a flacidez.

(Fonte: Tua Saúde)

 


Principais Benefícios da Natação

 

 

 

 

Principais Benefícios da Natação

A natação é um esporte que melhora a força, tonifica os músculos e trabalha todo o corpo, estimula as articulações e ligamentos e ajuda no controle de peso e na queima da gordura. A natação é um esporte aeróbico indicado para todas as idades, idosos, grávidas ou bebês, por ser um tipo de atividade física com poucos riscos e impacto para o ossos. Saiba mais sobre a natação para bebês em 7 boas razões para colocar o bebê na Natação

Existem diferentes estilos e modalidades de natação que podem ser praticados: crawl, costas, peito e borboleta, no entanto, nas primeiras aulas é normal que o professor ensine coisas muito básicas, como aprender a perder o medo da água e a saber flutuar, por exemplo. Aos poucos, a pessoa vai aprendendo alguns exercícios e técnicas que o ajudarão a nadar corretamente. Assim, é recomendado ter aulas de natação de 2 a 3 vezes por semana, de 30 a 50 minutos de cada vez. 

5 Benefícios da Natação

A natação apresenta inúmeros benefícios para a saúde, dentre os quais podemos citar:

1. Trabalha todo o corpo

A natação é um esporte muito completo, que trabalha a maior parte dos músculos do corpo, ao contrário do que acontece na musculação, por exemplo, onde os exercícios são realizados de forma mais localizada. 

Além disso, este esporte aumenta a flexibilidade muscular, sendo por isso a atividade física recomendado pelos médicos para ajudar na recuperação de lesões ou durante o período de recuperação após cirurgias. 

2. Fortalece as articulações e ligamentos

Este esporte ajuda a manter as articulações e ligamentos exercitados e saudáveis, melhorando também a flexibilidade e a postura do corpo. 

Além disso, este é um esporte adequado para todas as idades por ser um esporte de baixo impacto pois a água amortece os impactos, sendo especialmente indicado para idades mais avançadas onde o risco de lesões é maior. 

3. Ajuda a emagrecer e queimar gordura

Como este é um esporte feito dentro de água, os músculos são forçados a exercer um maior esforço, o que acaba por aumentar o gasto de calorias. Mas assim como todo o esporte, o gasto calórico da natação depende da intensidade dos exercícios e o emagrecimento, da sua associação a uma alimentação saudável, equilibrada e pobre em calorias. 

4. Combate o estresse e melhora a memória

A prática da natação promove o prazer e o bem-estar, uma vez que a prática de exercício melhora a satisfação e o humor. Além disso, como melhora também a circulação sanguínea e a oxigenação do sangue, acabando por melhorar a memória e a capacidade de raciocínio. 

5. Melhora a respiração 

A natação é um esporte com grande exigência respiratória, que melhora muito a respiração e a capacidade aeróbica. Com a natação, existe um maior fortalecimento dos músculos da parede torácica, o que permite uma melhor contração e expansão do pulmão, permitindo aos pulmões oxigenar melhor o sangue. 

(Fonte: Tua Saúde)